Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Morreu Stéphane Hessel

Aos 95 anos morreu Stéphane Hessel, que era o último redactor da Carta dos Direitos Humanos vivo. Intelectual francês, europeísta, pediu em 2011: "indignai-vos".

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 27 de Fevereiro de 2013 às 09:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

"O Senhor Barroso não é suficientemente ambicioso. Sarkozy, Merkel e Sócrates são pessoas honestas - talvez não tão honesta no caso de Sarkozy - mas não são entusiastas, não dão aos jovensosentimento de que se as seguirem vão ser bem sucedidos". As palavras foram ditas ao Negócios em Maio de 2011, numa entrevista concedida quando veio a Portugal apresentar o seu livro "Indignai-vos".

 

Stéphane Hessel morreu esta noite. Tinha 95 anos. 

 

Teve uma vida cheia. Fez parte da Resistência francesa durante a II Guerra Mundial. Esteve no campo de concentração Buchenwald, na Alemanha, do qual consegue escapar em vésperas de ser enforcado. 

 

"No longer mourn for me when I am dead” [Não chorem mais por mim quando estiver morto]. Citava Shakespeare. Esta foi a frase que levou consigo quando foi preso pela Gestapo, contou ao Negócios. 

 

Diplomata, embaixador, ajudou a redigir a Declaração dos Direitos Humanos. 

 

Nasceu em Berlim, em 1917, mas tornou-se cidadão francês, país que o acolheu em 1924. Tornou-se francês em 1939.


Depois de "Indignai-vos" escreveu "Empenhai-vos". 

Ver comentários
Outras Notícias