Economia Multiplicadores usados por Governo e troika são inferiores aos do FMI

Multiplicadores usados por Governo e troika são inferiores aos do FMI

Ministro das Finanças diz que multiplicador usado no OE foi de cerca de 0,8 pontos.
Rui Peres Jorge 24 de outubro de 2012 às 14:28
Vítor Gaspar afirmou hoje que a proposta de Orçamento do Estado e os trabalhos da quinta avaliação da troika ao programa de ajustamento nacional prevê um multiplicador orçamental de cerca de 0,8 pontos. Este valor é menor que o limite inferior do intervalo calculado recentemente pelo FMI (0,9 pontos a 1,7 pontos) e que tem gerado muita polémica em Portugal.

Vítor Gaspar, que tem frisado que os multiplicadores são só mais um dos elementos a considerar no desenho da política económica e orçamental, veio hoje pela primeira vez esclarecer qual foi, afinal, o impacto estimado na economia das medidas orçamentais : por cada euro de austeridade, o Governo espera uma queda do PIB de 0,8 euros.

“No quadro do 5º exame regular, a evidência transversal sobre a magnitude dos multiplicadores orçamentais estava já disponível, não exactamente como no estudo” do FMI, mas por outros estudos. “Esses resultados foram tomados em conta no âmbito do 5º exame regular, como de resto o FMI tornou público”, continuou o ministro das Finanças perante os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças, esclarecendo que foi levado em linha de conta um “multiplicador de cerca de 0,8 pontos”, o qual “foi significativamente maior que os anteriores”.

O estudo da polémica do FMI, assinado pelo seu economista-chefe Olivier Blanchard, apontava para que, numa situação como a europeia, com juros baixos e austeridade coordenada, os multiplicadores orçamentais ficarão entre os 0,9 pontos e os 1,7 pontos, um intervalo que não inclui o valor usado pelo Governo e pela troika na quinta avaliação.




Marketing Automation certified by E-GOI