Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Natal com orçamento apertado para os portugueses

Quase um terço dos portugueses confessa que não vai oferecer presentes este Natal. Quem não resiste "à tentação" garante que gastará o mesmo, ou menos, do que no ano passado. Onde? Nas grandes superfícies, "pois claro!"

Carlos Filipe Mendonça carlosmendonca@mediafin.pt 20 de Dezembro de 2007 às 00:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os amigos já sabem que dele não vão receber uma única lembrança para colocarem no sapatinho. A única excepção são os pais. Miguel Silva faz parte do grupo dos 29% de portugueses que assume que, este ano, não vai comprar presentes de Natal. Os que compram pensam vir a gastar o mesmo, ou até menos, do que despenderam em 2006.

Os números da sondagem da Aximage para o Jornal de Negócios não põem em causa o espírito da época, mas deixam perceber que a carteira dos portugueses não está para festas, sejam elas quais forem. O Natal está à porta. Vai comprar presentes para oferecer? 68% dos 520 inquiridos diz que sim, contra 29% a assumir que não o fará.

Comparando com os números da mesma sondagem realizada em 2000, percebe-se que a "crise" tem vindo a pesar, cada vez mais, nos bolsos das pessoas. Há sete anos, apenas 15% assumia que não compraria nem uma lembrança para pôr no sapatinho. Hoje, numa altura em que o nível de vida dos portugueses volta a deteriorar-se face aos países da UE, o grupo dos "não-compradores" quase duplicou.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias