Política Negrão eleito líder parlamentar do PSD com mau resultado

Negrão eleito líder parlamentar do PSD com mau resultado

Fernando Negrão foi escolhido para líder parlamentar do PSD tendo obtido 39,8% dos votos. Foram quase tantos brancos (32) como os votos a favor (35).
Negrão eleito líder parlamentar do PSD com mau resultado
Miguel Baltazar
Marta Moitinho Oliveira 22 de fevereiro de 2018 às 17:51
O deputado laranja Fernando Negrão foi hoje escolhido para líder da bancada parlamentar do PSD tendo obtido 39,8% dos votos. Foram quase tantos os votos a favor (35) como os brancos (32), de acordo com a informação oficial do grupo parlamentar. Foram ainda identificados 21 votos nulos.  

De acordo com a mesma fonte, votaram 88 dos 89 deputados do PSD, tendo a TVI avançado que foi Pedro Pinto o deputado que não votou por considerar que esta eleição não faz sentido neste momento. 

Negrão - que foi apoiante de Santana Lopes nas eleições internas do PSD mas teve o apoio de Rio para se candidatar ao lugar que era de Hugo Soares - obteve 39,8% do universo de votantes. 

A dúvida agora é se Fernando Negrão assumirá o lugar já que durante o fim-de-semana chegou a colocar a fasquia na maioria (50%+1)  para tomar posse como líder da bancada. 

Hugo Soares foi eleito em Junho de 2017 com 85,4% dos votos, tendo substituído Luís Montenegro que conseguiu sempre nas três eleições a que concorreu 86%, 87% e 98%, sucessivamente. A primeira vez que foi às urnas foi em 2011. 

Antes Miguel Macedo tinha conseguido 88,75%, depois de em 2009 Miguel Macedo ter conseguido 95%. 

No Congresso do PSD, no fim-de-semana passado, Negrão disse ao Observador que "se ganham eleições com mais um voto do que a maioria, por isso é daí que partimos".

Ontem afirmou que "nunca esteve nos 50%, eu disse sempre que aguardo os resultados e depois farei a minha leitura pessoal e tirarei as consequências que entender". 

Estão previstas para ainda hoje declarações de Fernando Negrão aos jornalistas. Mesmo que decida ficar, a sua posição poderá ser vista como frágil, já que mais deputados votaram em branco ou nulo (53) do que sim (32). A eleição da bancada parlamentar é um primeiro teste à liderança de Rio no pós-Congresso que o entronizou.
 
A actual bancada parlamentar, que não foi escolhida na sequência das eleições de 2015 e onde Rio não tem assento por não ser deputado, teve como líderes Montenegro e depois Hugo Soares, um apoiante de Montenegro. 

No Congresso, Montenegro assumiu que pode vir a disputar o lugar de líder do PSD no futuro, dando agora espaço a Rio. 

(Notícia actualizada às 18:09)



Saber mais e Alertas
pub