Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nogueira Leite diz que medidas de combate à crise "são muito tímidas"

O economista António Nogueira Leite disse hoje que algumas medidas de curto prazo que o Governo tem estado a tomar são muito tímidas e defendeu a necessidade de efectivar o pagamento das dívidas do Estado às empresas.

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2009 às 11:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O economista António Nogueira Leite disse hoje que algumas medidas de curto prazo que o Governo tem estado a tomar “são muito tímidas” e defendeu a necessidade de efectivar o pagamento das dívidas do Estado às empresas.

Há algumas medidas de curto prazo que o Governo tem estado a tomar “que são muito tímidas”, afirmou Nogueira Leite defendendo nomeadamente o pagamento efectivo das dívidas do Estado à empresas.

O especialista defende que o problema da economia portuguesa não é apenas reflexo da crise internacional mas que, além da dívida externa elevada é preciso lidar com a melhoria do sistema de justiça e da burocracia.

Já Daniel Bessa defende que é preciso esperar para que os efeitos das medidas já adoptadas pelo Governo se façam sentir.

“Não faz sentido faz sentido andar aqui num frenesim de medidas”, disse acrescentando que é preciso primeiro ver o efeito das medidas já adoptadas e avaliar depois se serão necessárias medidas adicionais.

Na opinião deste economista, os grandes projectos de obras públicas no curto prazo pouco podem fazer para combater a crise.



Ver comentários
Outras Notícias