Ásia Novo míssil de Pyongyang: Seul diz que é "provocação", Moscovo e Pequim "preocupados"

Novo míssil de Pyongyang: Seul diz que é "provocação", Moscovo e Pequim "preocupados"

A Coreia do Norte levou este sábado,13 de Maio, a cabo um novo teste de míssil, a partir da sua base de Kusong, a norte de Pyongyang.
Novo míssil de Pyongyang: Seul diz que é "provocação", Moscovo e Pequim "preocupados"
Reuters
Negócios com Lusa 14 de maio de 2017 às 08:37

A China e a Rússia estão "preocupadas com a escalada de tensão" na península coreana, após o lançamento de um míssil pela Coreia do Norte em violação das resoluções da ONU, afirmou este sábado o Kremlin.


O presidente russo, Vladimir Putin, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, "discutiram em detalhe a situação na península coreana" durante um encontro, em Pequim, e "as duas partes exprimiram a sua preocupação para com uma escalada de tensão", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, aos jornalistas.

O recém-empossado Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, já tinha antes classificado como "perigosa provocação" o lançamento de um míssil balístico pela Coreia do Norte, o primeiro desde que assumiu o poder.

Moon Jae-In condenou veementemente o lançamento devido ao facto de esta "provocação" ter ocorrido apenas dias depois da tomada de posse de uma nova administração na Coreia do Sul, declarou o porta-voz presidencial Yoon Young-chan, após uma reunião de urgência do Conselho Nacional de Segurança.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI