Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nowotny desvaloriza Pimco: Previsão de segundo resgate a Portugal é "extremamente problemática"

Membro do Conselho de Governadores do BCE distancia Portugal da Grécia e diz que a previsão de segundo empréstimo feita pela gestora do maior fundo de obrigações do mundo é "extremamente problemática" na medida em que pode servir os seus próprios interesses.

Negócios negocios@negocios.pt 20 de Março de 2012 às 11:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Portugal está em “muito melhor forma” do que a Grécia, afirmou hoje Ewald Nowotny, governador do banco central da Áustria e membro do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu,

A afirmação surge em resposta à questão de um leitor do jornal austríaco "Der Standard", que confrontou Nowotny com a previsão da Pimco de que Portugal irá pedir um segundo pacote de ajuda e que corre o risco de seguir o destino da Grécia.

Na resposta, no “chat online” do jornal austríaco, o membro do Conselho de Governadores do BCE lembra que os gestores de activos “têm os seus próprios interesses”. Classifica depois a previsão da Pimco de “extremamente problemática” e defende Portugal, afirmando que em vários indicadores, como na dívida pública e défice comercial, o país está “em muito melhor forma do que a Grécia”, apesar de ainda persistirem riscos.

Mohamed El-Erian, presidente executivo da Pacific Investment Management Co. (PIMCO), que administra um capital de 1,3 biliões de dólares e tem uma grande influência nos mercados financeiros internacionais, afirmou ao semanário alemão "Der Spiegel" que o primeiro resgate não será suficiente e que Lisboa irá pedir um segundo pacote de ajuda aos parceiros europeus, o que levará ao "nervosismo dos mercados financeiros".
Ver comentários
Saber mais Banco Central Europeu nowotny BCE Pimco
Outras Notícias