Função Pública Número de funcionários do Estado sobe pelo terceiro ano

Número de funcionários do Estado sobe pelo terceiro ano

Depois da forte quebra registada na legislatura passada, o número de trabalhadores do Estado subiu pelo terceiro ano consecutivo. Educação e autarquias ajudam a explicar o aumento de 5,6 mil pessoas.
Número de funcionários do Estado sobe pelo terceiro ano
Lusa
Catarina Almeida Pereira 15 de fevereiro de 2018 às 18:51

O número de trabalhadores do Estado voltou a aumentar no ano passado, pelo terceiro ano consecutivo, contrariando as orientações que previam uma redução do número de funcionários. A educação e as autarquias ajudam a explicar o aumento de 5,6 mil funcionários no último ano, de acordo com os dados oficiais da Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP).

A informação divulgada esta quinta-feira pela entidade tutelada pelo Ministério das Finanças, revela que o número de funcionários aumentou 0,84% no ano passado, acelerando ligeiramente face ao ano anterior (0,76%) e sobretudo face a 2016 (0,4%). Este é o terceiro ano consecutivo em que o número de funcionários sobe, depois da forte quebra registada no início da legislatura anterior.



A Educação e as câmaras muncipais estão entre as entidades que mais contribuiram, de forma absoluta, para o aumento de 5,6 mil funcionários no ano passado. 

Salários totais sobem em média 1,6%

Num ano marcado por um ligeiro aumento do subsídio de refeição, a remuneração total dos funcionários públicos subiu em média 1,6% até Outubro, para 1.694 euros (brutos) mensais. Este valor, o chamado "ganho", também inclui suplementos.

O efeito "da entrada e saída de trabalhadores com diferentes níveis remuneratórios" e a actualização do salário mínimo nacional são outras justificações apresentadas pela DGAEP.

Se considerarmos apenas a remuneração base o aumento foi de 0,7% até Outubro, para uma média de 1.461 euros por mês. 



(notícia em actualização)




pub