Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Número de passageiros nos aeroportos próximo de níveis pré-pandemia

Passaram 5,3 milhões de passageiros pelos aeroportos nacionais em maio de 2022. Face a 2019, representa uma diminuição de 3,9%.

Entre janeiro e maio deste ano, contabilizaram-se cerca de 77 milhões de chegadas turísticas internacionais em todo o mundo, menos 85% do que em igual período de 2019.
André Guerreiro
Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 15 de Julho de 2022 às 12:32
  • Partilhar artigo
  • ...

Movimentaram-se 5,3 milhões de passageiros pelos aeroportos nacionais em maio de 2022, o que corresponde a uma variação de 319,8% face ao mesmo período de 2021. Os valores deste ano aproximam-se daqueles registados em maio de 2019, antes da pandemia de covid-19, mas continuam ainda abaixo, com uma diminuição de 3,9%.

Já em termos de carga e correio, movimentaram-se 19,6 mil toneladas nos aeroportos portugueses, o que equivale a um aumento de 20,7% face ao mesmo período em 2021 e de 7,9% quando comparado com 2019.

Por dia, em média, desembarcaram 87,1 mil passageiros nos aeroportos, aproximando-se do valor observado em maio de 2019 (90,6 mil).

Do número total de passageiros que desembarcaram em maio de 2022, 82,1% corresponderam a tráfego internacional, sendo a maioria (70,7%) provenientes do continente europeu. Já relativamente aos passageiros embarcados, 81,5% corresponderam a tráfego internacional, sendo que 72% teve como destino aeroportos no continente europeu.

Já nos primeiros cinco meses deste ano, o número de passageiros aumentou 434,4% (-15,5% face a igual período de 2019), "continuando a tendência de aproximação aos níveis registados no período pré-pandémico", refere o instituto. Do total de passageiros, 9,4 milhões, o aeroporto de Lisboa movimentou 50,5%, com um crescimento de 465,8% face ao mesmo período de 2021. "Contudo, considerando os três aeroportos com maior tráfego anual de passageiros, "Faro registou o maior acréscimo (+847,7%)", detalha o INE.

Entre janeiro e maio de 2022, o Reino Unido foi o principal país de origem de voos, com um crescimento homólogo de 966,4% no número de passageiros desembarcados. Já França surge em segundo lugar, tendo registado um aumento de 381,9% face ao mesmo período de 2021.

"As posições destes dois países invertem-se na vertente de destino, surgindo a França na primeira posição e o Reino Unido na segunda. Espanha ocupou a 3ª posição, como principal país de origem e de destino", refere o instituto.

Aterraram 20,1 mil aeronaves em maio
Em maio de 2022, aterraram nos aeroportos nacionais 20,1 mil aeronaves em voos comerciais, correspondendo a 5,3 milhões de passageiros – o que incluí embarques, desembarques e trânsitos diretos. "Comparando com maio de 2019, registaram-se variações de -3,6% no número de aeronaves aterradas, -3,9% nos passageiros movimentados e +7,9% no movimento de carga e correio".

Ver comentários
Saber mais transportes aviação França Reino Unido transportes aviação
Outras Notícias