Política Onde vão passar as férias os líderes políticos?

Onde vão passar as férias os líderes políticos?

Entre as praias do Algarve, o Gerês ou a Madeira, líderes políticos preferem este ano, com legislativas à porta, passar as férias em Portugal.
Onde vão passar as férias os líderes políticos?
Paulo Novais/Lusa
Lusa 28 de julho de 2019 às 12:02

Em ano de eleições legislativas, as férias dos principais líderes políticos serão maioritariamente nas duas primeiras semanas de agosto e todos ficam em Portugal para estes dias de descanso, entre as praias do Algarve, o Gerês ou a Madeira.

Segundo a informação recolhida pela agência Lusa, Algarve, Alentejo, Gerês, Viana do Castelo, Madeira e região Centro são as escolhas dos principais responsáveis políticos para as férias deste ano que, devido às eleições para a Assembleia da República de 06 de outubro, serão todas concentradas até meio de agosto e podem, em alguns casos, ser interrompidas para ações de campanha pontuais.

Já no caso do Presidente da República, fonte oficial do Palácio do Belém adiantou à agência Lusa que as férias de Marcelo Rebelo de Sousa "estão previstas para meados de agosto, no Algarve, no sítio do costume, durante cerca de duas semanas", podendo ser interrompidas se a atualidade assim o exigir.

Por seu turno, o gabinete do primeiro-ministro, António Costa, não quis responder a esta pergunta da agência da Lusa.

O líder do PSD, Rui Rio, vai estar de férias de 01 a 15 de agosto, "em família e para o sítio habitual, em Viana do Castelo".

Os líderes dos partidos da "geringonça" também vão descansar da última sessão legislativa - e até da legislatura - e preparar-se para as próximas eleições.

A coordenadora do BE, Catarina Martins, "estará de férias nos primeiros dias de agosto" e este descanso será passado "em Portugal, na Região Autónoma da Madeira e na zona Centro do país".

Já Assunção Cristas, presidente do CDS, mantém a tradição e ruma à praia do costume no Algarve, na primeira quinzena de agosto, para umas férias em família.

"Durante as férias poderá fazer algumas iniciativas devido à proximidade das eleições", refere fonte oficial centrista.

Também a Sul estará o líder do PCP, Jerónimo de Sousa, que segundo informação comunista "gozará o seu período de férias entre o final de julho e as primeiras semanas de agosto".

O partido parceiro do PCP na coligação CDU, o PEV, terá a sua deputada Heloísa Apolónia a descansar "entre 29 de julho e 18 de agosto", repartindo os dias entre "o sul, fazendo praia com a família, o Alentejo e também com alguns dias na região Oeste, onde tem algumas iniciativas agendadas".

Longe das viagens de outros tempos à China, Tibete e Nepal ou à vizinha Espanha, o deputado do PAN André Silva decidiu ficar este ano em Portugal.

"André Silva estará de férias de 01 a 10 de Agosto, a descansar e a recuperar energias, no Parque Nacional da Peneda-Gerês", refere o partido.




Marketing Automation certified by E-GOI