Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Os temas quentes da conferência de Mario Draghi

As divergências no BCE serão um dos focos na conferência de imprensa que Mario Draghi dará esta quinta-feira, 6 de Novembro,. Mas os mercados esperam ainda por novidades acerca dos empréstimos à banca e da compra de activos.

Reuters
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 06 de Novembro de 2014 às 08:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Divergências são "elefante na sala" que Draghi não pode evitar
Todos os jornalistas que amanhã estarão em Frankfurt terão como objectivo saber o que se passa no seio do Conselho de Governadores. Um tema que Mario Draghi não conseguirá evitar, pelo que o seu discurso estará já ensaiado. Mas a questão mantém-se: como irá o presidente do BCE justificar o "muro de Berlim" ideológico existente?

 

Novas "ferramentas" serão apresentadas?

A economia continua a dar sinais de deterioração. Por isso, muitos economistas acreditam que Mario Draghi terá de apresentar novas "ferramentas" para reanimar a economia. Mas não esta quinta-feira. O BCE deverá esperar pelas previsões a divulgar antes da reunião de Dezembro, para então decidir que rumo tomar na política monetária.

 

Compras de activos serão um dos focos

O BCE já deu início ao seu programa de compras de activos. Contudo, os volumes até agora anunciados ficam muito abaixo do objectivo traçado por Draghi para o balanço do banco central. Assim, indicações sobre se o ritmo irá acelerar ou não, bem como a expansão para a dívida soberana, são esperadas esta quinta-feira.

 

Irão os empréstimos à banca ser facilitados?

Após a fraca procura na primeira ronda de empréstimos de longo prazo à banca destinados à concessão de crédito à economia (TLTRO, na sigla anglo-saxónica), surgiram defensores de que o BCE deveria facilitar as condições. Ao mesmo tempo, houve bancos que indicaram que, passados os testes de stress, querem participar na ronda de Dezembro. Por isso, a questão é se o banco central quererá prevenir ou, depois, remediar.

 

Supervisão será ponto de honra na conferência

O BCE iniciou esta semana o papel de supervisor único dos bancos da Zona Euro. Não são esperadas novidades, mas Mario Draghi deverá querer "enfatizar a credibilidade dos testes de stress e o quão adverso era o 'cenário adverso'", defende James Ashley, do RBC.

Ver comentários
Saber mais mario draghi bce conselho de governadores
Outras Notícias