Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passes sociais sobem 5% a 6% em 2005

Os passes sociais vão aumentar duas vezes logo no início do ano. A primeira subida, já em Janeiro, resulta da revisão trimestral do tarifário decorrente da flutuação do preço do gasóleo; a segunda, em Fevereiro, é a habitual actualização anual de ajustame

Negócios negocios@negocios.pt 06 de Dezembro de 2004 às 09:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os passes sociais vão aumentar duas vezes logo no início do ano. A primeira subida, já em Janeiro, resulta da revisão trimestral do tarifário decorrente da flutuação do preço do gasóleo; a segunda, em Fevereiro, é a habitual actualização anual de ajustamento à inflação esperada.

Segundo o «Diário de Notícias», no total, o agravamento do preço dos transportes pode chegar aos 6%. «Os aumentos deverão oscilar entre 5% a 6%, reconhece Paula Bramão, da Antrop. A associação, que reúne os principais transportadores de passageiros nacionais, ainda não foi convocada para a reunião com o Governo, mas «deverá sê-lo nos próximos dias».

Os transportadores, no entanto, pretendem propor que o aumento se faça de uma só vez, «para evitar ter de alterar as máquinas em dois meses consecutivos, com custos acrescidos para as empresas».

O aumento dos transportes deve ser tornado público dez dias úteis antes do início do mês, em que o novo preço entra em vigor. Ou seja, no dia 21. No final de Setembro, quando foi aprovado o primeiro aumento trimestral, por força da escalada do petróleo, Jorge Borrego, secretário de Estado dos Transportes, previa que em Janeiro a revisão fosse feita em baixa.

Mas isso não deverá ocorrer, dado os aumentos do petróleo em Outubro e Novembro, cujas médias vão servir para encontrar a percentagem de aumento dos preços dos transporte.

No ano passado, os utentes pagaram mais 6,8% pelos títulos de transporte. Alguns bilhetes simples mantiverem os preços, porque a percentagem de subida, em Outubro, não foi suficiente para arredondar o preço das tarifas para múltiplos de cinco cêntimos.

Mais lidas
Outras Notícias