Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos: Cavaco Silva teve sempre informação "importante e relevante" sobre o BES

Cavaco Silva disse no passado fim-de-semana que espera ter sido sempre informado dos "factos relevantes" no caso BES pelo Governo. Em resposta, Passos Coelho sublinha que o Presidente teve a oportunidade de colocar "todas as questões" sobre esta matéria durante os encontros que manteve consigo e com o governador Carlos Costa.

Bruno Simão/Negócios
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 10 de Setembro de 2014 às 19:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 57
  • ...

O primeiro-ministro garante que o Presidente da República esteve sempre informado durante o desenrolar do caso BES. "Eu tive ocasião de informar o Presidente da República com informação importante e relevante sobre este caso", revelou Pedro Passos Coelho esta quarta-feira, 10 de Setembro.

 

"A meu pedido, o Governador do Banco de Portugal teve ocasião de informar o Presidente da República sobre esta matéria", disse o primeiro-ministro.

 

O Chefe de Estado teve assim "plena ocasião para colocar todas as questões que entendia pertinentes para aclarar o que fosse necessário sobre estas matérias", considera Passos Coelho.

 

Cavaco Silva disse no passado fim-de-semana que "espera que logo que o Governo tenha conhecimento de factos relevantes não deixe de me comunicar", esperando que no caso BES "tenha acontecido assim, porque é o que resulta da Constituição".

 

O Presidente também apontou que o Palácio de Belém "não tem ministérios, não tem serviços de execução de políticas, não tem serviços de fiscalização ou de investigação e, portanto, recebe toda a informação das entidades oficiais".

 

Em resposta, o primeiro-ministro afirmou que apesar do Presidente da República "não ser uma parte directa e activa deste processo" por não ter poderes executivos, "está a par destas situações por dever de informação do Governo, mas também através de outras entidades, como o Banco de Portugal".

 

O jornal Público escreveu esta quarta-feira que Passos Coelho teria conhecimento dos problemas financeiros no Grupo Espírito Santo (GES) desde final de 2013 - através do Banco de Portugal - e que tinha dado indicações ao Conselho Superior do GES para Ricardo Salgado ser substituído.

 

Questionado sobre esta notícia, Passos Coelho disse também que a mesma "é falsa e foi desmentida".

Ver comentários
Saber mais Passos Coelho Cavaco Silva BES GES Governo Presidente da República
Mais lidas
Outras Notícias