Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos Coelho: "Não se deixem condicionar pelo medo e pelas ameaças do Governo"

O presidente do PSD pediu aos portugueses para não se deixarem "condicionar pelo medo e pelas ameaças de quem ainda está no Governo" e quer conservar o poder.

Lusa 24 de Maio de 2011 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, pediu hoje aos portugueses para não se deixarem "condicionar pelo medo e pelas ameaças de quem ainda está no Governo" e quer conservar o poder.

Durante um jantar em Boleiros, Ourém, Passos Coelho sugeriu que os próprios socialistas recearam mudar de liderança: "Dá a impressão de que PS não quis arriscar, teve medo, ele próprio, de enfrentar o poder instalado e, à última hora, permitiu que fosse o actual primeiro-ministro a voltar a candidatar-se nestas eleições".

Segundo o presidente do PSD, "ficou claro que o que o PS faz é tentar conservar o poder e os lugares, não é oferecer uma nova oportunidade a Portugal".

O presidente do PSD terminou a sua intervenção pedindo aos seus apoiantes para espalharem "a todos aqueles com quem se encontrarem" a seguinte mensagem: "Não se deixem condicionar pelo medo e pelas ameaças que quem ainda está no Governo não hesita em fazer para ver se, ainda assim, no meio de uma grande salganhada, se consegue salvar num Governo muita gente".

Passos Coelho, que discursou quase sem voz, acrescentou que "o país não precisa de um Governo com muita gente, o país não precisa de saladas russas", apenas "precisa de escolher" e tem no PSD uma possibilidade de "mudar o Governo que tem".

Pela sua parte, o presidente do PSD recusou qualquer "cobiça pelo poder", afirmando: "Imaginem, se herdar um Governo que não tem dinheiro e um país que ficou exausto implica qualquer cobiça pelo poder. Não é a cobiça pelo poder que nos move. Quem assim fala não é para nós que está a olhar, é para o espelho".

Ver comentários
Saber mais Passos Coelho
Outras Notícias