Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos diz que os directores-gerais e subdirectores-gerais passaram a ser contratados através de concursos públicos – verdade?

Verdadeiro ou falso? O Negócios confronta declarações de Passos Coelho com factos.

Correio da Manhã
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

21h52 

Passámos a fazer concursos públicos para todos os directores-gerais e subdirectores-gerais

Pedro Passos Coelho cumpriu uma das suas promessas de campanha, ao criar uma comissão que passa a escolher três finalistas para o lugar de dirigentes da administração pública por concurso.

 

Dizer, no entanto, que todos os directores-gerais e subdirectores-gerais estão abrangidos é exagerado. O universo estimado de dirigentes sujeitos a concurso tem vindo, aliás, a diminuir.

 

Quando a Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (Cresap) foi constituída, no ano passado, o seu presidente João Bilhim (na foto) afirmava que pela comissão deveriam passar cerca de 800 dirigentes, através de 600 concursos.

 

Em Março, porém, o responsável revelou ao Negócios que os Ministérios apenas enviaram propostas de concurso para um universo de 433 cargos.

 

“Afinal não eram nem oitocentos, nem seiscentos, mas justamente 433", disse João Bilhim.

 

Pontualmente, o Governo tem vindo a aprovar novas excepções à regra. A lei que aumenta o horário de trabalho para 40 horas, por exemplo, aproveita para esclarecer que alguns dos dirigentes do Ministério da Justiça e do Ministério da Administração Interna podem ser nomeados sem concurso.

 

O primeiro-ministro tem consciência das excepções, já que numa segunda frase corrigiu a primeira.

 

Nessa segunda intervenção, Passos Coelho explicou que até ao final do ano “praticamente” todos os dirigentes de 1º grau e de 2º grau serão escolhidos “em função do seu mérito profissional”.

 

A Cresap escolhe três finalistas. Os ministros têm a última palavra.

Ver comentários
Saber mais Pedro Passos Coelho João Bilhim concursos públicos
Mais lidas
Outras Notícias