Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Patrões e sindicatos ao lado de Sócrates a pedir Estado na economia

Bruxelas quer que os défices comecem a recuar a partir de 2011 "o mais tardar". Sócrates não quer atar as mãos.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 29 de Outubro de 2009 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Bruxelas quer que os défices comecem a recuar a partir de 2011 "o mais tardar". Sócrates não quer atar as mãos.

O primeiro-ministro, José Sócrates, parte esta tarde para Bruxelas depois de ter ouvido patrões e sindicatos a pedir, numa rara sintonia, para que o Governo mantenha os apoios à economia e à criação de emprego, considerando que é prematuro regressar a uma rota de consolidação orçamental.

A posição dos parceiros sociais tenderá a reforçar Sócrates que, pela voz do seu ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, já esta semana sinalizara que não querer atar excessivamente as mãos com compromissos europeus em matéria de redução do défice. No caso português, o saldo negativo deverá ficar no fim do ano bem acima dos 5,9% previstos pelo Governo e dos 3% tolerados pelas regras do euro.

logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias