Política PCP critica empenho PSD, CDS e PS em bloco central para atacar trabalhadores

PCP critica empenho PSD, CDS e PS em bloco central para atacar trabalhadores

O líder do PCP frisou que, no Congresso do PSD, ficou claro que o partido voltaria "a repor cortes, a atacar salários e direitos".
PCP critica empenho PSD, CDS e PS em bloco central para atacar trabalhadores
Lusa
Lusa 17 de fevereiro de 2018 às 18:52

O secretário-geral do PCP criticou, este sábado, no Porto, o empenho crescente numa retoma "formal ou informal "num bloco central no PSD, CDS e PS, alertando estar em causa um ataque ao seu partido e aos direitos dos trabalhadores.

Para Jerónimo de Sousa, os apelos para a "libertação do Governo do PS da dependência da esquerda não deixam dúvidas acerca dos objectivos" das "forças do grande capital e dos sectores políticos a eles associados no PSD, no CDS, mas também no interior do PS", por estarem "cada vez mais empenhados" num bloco central, com vista a "intensificar a exploração e retomar o rumo de liquidação de direitos" dos trabalhadores.

O líder do PCP, que falava na sessão pública de encerramento da XII Assembleia de Organização Regional do Porto, alertou ainda para as "operações de cosmética do PSD, com a mudança de líder", observando que no congresso dos sociais-democratas, que se iniciou na sexta-feira em Lisboa, deixou claro que aquele partido voltaria "a repor cortes, a atacar salários e direitos".




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Rammstein 18.02.2018

Vergonha, vergonha é ter um primeiro ministro a chamar a troika pois deixou Portugal na Bancarrota e depois estar acusado de tudo e mais alguma coisa.

Como se chama ?

José Sócrates. . . . . . .do PS

Camaradaverao75 18.02.2018

Camaradas, qual a diferença entre os partidos de direita ou de esquerda? Nenhuma, todos fogem da "criminalização da riqueza ilícita" como o "DIABO da Cruz".

General Ciresp 17.02.2018

Olha la oh canhoto de pena na nuca,o cds nunca foi 1 partido de grande dimensao,mas ambicao para fazer parte dum governo nuncas lhes faltou e fe-lo muitas vezes.Vos tendes 1 oportunidade para o fazer e meteis o rabinho entre as pernas para cheirar a MERDA.Afinal esse choro e de inveja ou de incompet

O ADN hipocrito- vigarista a vir ao de cima 17.02.2018

Em Portugal os comunalhas sindicalista rebentam com as empresas, colocando os trabalhadores no desemprego, e acusam os outros disto. Na Venezuela os comunalhas nacionalizam e ocupam as empresas e dizem que a culpa é dos americanos, este ADN é imutável. Como é possível alguém acreditar nestes fósseis

ver mais comentários
pub