Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedidos de subsídio de desemprego no Reino Unido crescem ao ritmo mais rápido desde 2009

Os pedidos de subsídio de desemprego aumentaram o máximo em mais de dois anos, em Julho, em mais um sinal de que as previsões económicas estão a piorar.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 17 de Agosto de 2011 às 10:47
  • Partilhar artigo
  • ...
O número de pessoas a pedir subsídio de desemprego subiu em 37.100, face a Junho, para 1,56 milhões no mês em análise, o que representa o maior ganho desde Maio de 2009, anunciou hoje o instituto de estatísticas em Londres.

Os economistas consultados pela Bloomberg apontavam para um aumento de 20 mil.

O desemprego, calculado segundo a organização internacional do trabalho, aumentou em 38 mil para as 2,49 milhões de pessoas no segundo trimestre.

Estes dados reforçam os receios com o mercado laboral numa altura em que a crise de dívida da Zona Euro ameaça o crescimento a nível mundial. David Cameron, primeiro-ministro do Reino Unido, precisa de criar emprego nas empresas privadas para compensar a perda de mais de 300 mil postos de trabalho no sector público devido ao programa de austeridade mais duro desde a II Guerra Mundial.

Recorde-se que o crescimento da economia britânica abrandou para 0,2% no segundo trimestre, de 0,5% nos anteriores três meses. O governador do Banco de Inglaterra, Mervyn King, disse dia 10 de Agosto que as ameaças ao crescimento “estão a tornar-se mais fortes dia para dia”.
Ver comentários
Saber mais Pedidos de subsídio desemprego Reino Unido
Outras Notícias