Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pesos-pesados mantêm bolsa nacional em alta

Numa altura em que a maioria das praças europeias segue a negociar em queda ligeira, a praça portuguesa continua em alta, impulsionada pelos títulos com mais peso no índice.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 09:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O PSI-20 soma 0,28% para os 5.252,31 pontos, com 11 cotadas no verde, cinco no vermelho e quatro inalteradas. Os restantes índices europeus seguem em terreno negativo, a corrigir dos ganhos de ontem, depois de algumas cotadas terem já reportado as suas contas relativas ao primeiro trimestre.

Por cá, a Portugal Telecom (PT) continua a ser a cotada que mais impulsiona o mercado nacional. A operadora ganha 2,25% para os 3,855 euros. A sua participada brasileira, a Oi, anunciou ontem que se propõe a pagar aos seus accionistas oito mil milhões de reais (3,3 mil milhões de euros) aos seus accionistas até 2015, em dividendos.

A cotada portuguesa poderá, deste modo, receber mais de 500 milhões de euros, pela sua participação na companhia brasileira.

As restantes cotadas do sector das telecomunicações partilham esta tendência. A Sonaecom aprecia 0,74% para os 1,229 euros, enquanto a Zon Multimédia avança 0,32% para os 2,513 euros. O Millennium investment banking desceu o preço-alvo da dona da TV Cabo para 3,05 euros face aos 3,70 euros anteriores, mantendo a recomendação de “comprar”.

Também a Jerónimo Martins contribui para a tónica positiva da praça lisboeta. A retalhista soma 0,48% para os 15,645 euros. Ontem, o Millennium investment banking reviu em alta a avaliação para as acções da dona dos supermercados Pingo Doce, de 15,10 euros para 16,30 euros, subindo também a recomendação para “neutral” de “reduzir”.

Entre os restantes “pesos-pesados” que suportam a praça de Lisboa, destaque ainda para a EDP. A empresa liderada por António Mexia aprecia 0,14% para os 2,105 euros. Um desempenho acompanhado pela EDP Renováveis que sobe 0,12% para os 3,437 euros.

Ainda neste sector, a Redes Energéticas Nacionais (REN) segue inalterada nos 2,15 euros. Já a Galp Energia desvaloriza 1,53% para os 11,245 euros e trava uma subida mais acentuada da praça lisboeta.

Quanto ao sector financeiro, a tendência não é definida. O Banco Comercial Português (BCP) segue estável nos 0,111 euros. Já o Banco Espírito Santos (BES) soma 0,32% para os 0,622 euros e o BPI avança 1,99% para os 0,41 euros, depois de ter já chegado a valorizar mais de 3%. O banco liderado por Fernando Ulrich apresenta, na próxima sexta-feira, os seus resultados relativos ao primeiro trimestre deste ano.

Já o Espírito Santo Financial Group (ESFG) desce 0,33% para os 5,382 euros.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa nacional praça de Lisboa Portugal Telecom Oi dividendos
Mais lidas
Outras Notícias