Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo e novas colecções de vestuário fazem duplicar inflação

Os preços em Portugal subiram 1,1% em Março face ao mês anterior (em que haviam subido apenas 0,1%) e 0,5% por comparação com o mesmo mês do ano passado (o que compara com um acréscimo homólogo de 0,2% em Fevereiro). A explicar a aceleração vertiginosa dos preços está a entrada no mercado das novas colecções Primavera/Verão de vestuário e calçado, mas também a subida dos combustíveis.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 13 de Abril de 2010 às 10:46
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Os preços em Portugal subiram 1,1% em Março face ao mês anterior (em que haviam subido apenas 0,1%) e 0,5% por comparação com o mesmo mês do ano passado (o que compara com um acréscimo homólogo de 0,2% em Fevereiro). A explicar a aceleração vertiginosa dos preços está a entrada no mercado das novas colecções Primavera/Verão de vestuário e calçado, mas também a subida dos combustíveis.

Segundo dados hoje divulgados pelo INE, excluindo a energia e os bens alimentares não transformados, a taxa de variação homóloga do índice de preços no consumidor foi -0,4%, igual à observada no mês anterior.

A classe com a taxa de variação mensal positiva mais relevante para a variação do índice total foi a classe do Vestuário e calçado , que se situou em 20,5% (20% em Março de 2009).

Face ao período homólogo, são de destacar as inversões de sinal da taxa de variação mensal, para valores positivos, nos preços dos Transportes, sinaliza o INE.

Ver comentários
Outras Notícias