Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petróleo nos 100 dólares "não é irrealista"

O ministro iraniano do Petróleo, que é também presidente da OPEP, admitiu hoje que o preço do petróleo pode chegar aos 100 dólares por barril, considerando que isso não provocaria nenhuma reunião de emergência na organização.

Lusa 16 de Janeiro de 2011 às 16:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
"Um preço de 100 dólares não é irrealista na situação actual", disse Massoud Mir Kazemi numa conferência de imprensa em Teerão, acrescentando que para isso "não é necessária uma reunião de urgência da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo)".

Segundo o presidente em exercício da OPEP, até agora nenhum dos membros do cartel pediu uma reunião, embora tenha avançado que alguns países que pertencem à organização consideram que não será necessária, mesmo se o petróleo atingir os 100 ou 120 dólares por barril.

"O preço do barril de petróleo deve estar a um nível que justifique os investimentos no sector petrolífero", acrescentou.

O preço do petróleo, que tem estado a subir nos últimos dois meses, atingiu os 91,54 dólares no final da sessão de sexta-feira em Nova Iorque.

A perspectiva de um aumento do barril de petróleo até aos 100 dólares durante 2011 tem sido debatida no seio da OPEP, mais precisamente na última conferência da organização, que se realizou em dezembro passado, na cidade de Qito, no Equador.

Alguns países como o Irão, Venezuela e Líbia consideram que o preço do petróleo na casa dos 100 dólares por barril estará em conformidade com os seus objectivos.

No entanto, outros países, como a Arábia Saudita, Equador e os Emirados Árabes Unidos mostram algumas reservas sobre o nível elevado do crude, na casa dos 100 dólares, defendendo que os 70 ou 80 dólares é "a um nível justo".

O Irão ocupa a presidência rotativa da OPEP desde 1 de janeiro deste ano, o que acontece pela primeira vez após a Revolução Islâmica de 1979.

Os doze países da OPEP produzem 40 por cento do petróleo mundial.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias