Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pires de Lima: Subida de exportações vai fazer Portugal crescer mais que o previsto

O ministro da Economia, António Pires de Lima, classificou hoje de "óptimos números" os das exportações que aumentaram 4% e das importações que diminuíram 1,4% no primeiro trimestre do ano quando comparado com o período homólogo de 2014.

Bruno Simão/Negócios
Lusa 11 de Maio de 2015 às 14:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • 28
  • ...

Pires de Lima, que falava aos jornalistas no final do aniversário da Fabrica de Startups do Banif em Lisboa, disse que "estes dados conjuntamente com outros que vamos conhecendo, como sendo o clima de confiança nos agentes económicos, a recuperação no investimento permitem-nos fundamentar a ideia que Portugal vai crescer mais do que aquilo que inicialmente se tinha previsto".

 

O ministro da Economia referiu que "são óptimos números e que vêm validar aquilo que o Governo tem dito", acrescentando que os empresários portugueses "estão a fazer um trabalho espectacular de conquistar novos mercados, de se abrirem ao mundo em sectores concorrenciais, sejam bens ou serviços".

 

Pires de Lima fez questão de frisar que só no mês de Março, as exportações cresceram 11% em relação ao período homólogo do ano passado, adiantando que estes números "vêm confirmar a bondade do trajecto de recuperação económica" que o país está a fazer "em sectores competitivos e em sectores transaccionáveis"

 

Questionado se estes valores seriam o resultado de uma recuperação económica europeia, Pires de Lima concordou mas considerou que Portugal está "a aproveitar melhor do que outros países" essa recuperação.

 

E argumentou com o sector do turismo: "Basta recordar o crescimento que Portugal está a ter no turismo (14,4%), que é três vezes superior ao da França e quatro vezes superior ao de Espanha", adiantando que "as condições são idênticas para todos, mas Portugal está a aproveitar melhor do que outros países europeus".

 

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou hoje que as exportações aumentaram 4,0% e as importações diminuíram 1,4% no primeiro trimestre, face ao período homólogo, permitindo uma recuperação de 661,3 milhões de euros no défice comercial e uma subida da taxa de cobertura para 86,1%.

 

Segundo o INE, no final de Março o défice da balança comercial portuguesa tinha recuado 661,3 milhões de euros para 1.968,7 milhões de euros e a taxa de cobertura tinha aumentado 4,4 pontos percentuais (p.p.) para 86,1%.

 

Considerando apenas o mês de Março, as exportações de bens aumentaram 10,9% e as importações de bens aumentaram 10,1% face ao mês homólogo (+3,9% e -4,1% em Fevereiro de 2015, respectivamente).

 

Ver comentários
Saber mais Pires de Lima Banif exportações
Mais lidas
Outras Notícias