Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Polícia nova-iorquina "desocupa" Wall Street

Intervenção policial põe termo ao principal acampamento do movimento de contestação ao sistema financeiro actual em Nova Iorque. Manifestantes prometem novas acções públicas, incluindo novas ocupações.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 13:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O coração do movimento internacional Occupy Wall Street começou hoje a ser desmantelado.

A polícia de Nova Iorque decidiu entrar no Zuccotti Park, em Manhattan, e retirar quem por lá estava acampado há quase dois meses, repetindo uma acção que tinha acontecido na Califórnia um dia antes.

Segundo a polícia nova-iorquina, citada pelo “Financial Times”, a maioria das pessoas até deixou pacificamente o campo. De cerca de 200 ocupantes, um “pequeno” grupo recusou-se a desocupar o espaço. Os órgãos de comunicação social falam em 70 detidos por resistirem a ordens de prisão ou por conduta desapropriada.

Michel Bloomberg, “mayor” do município de Nova Iorque, mostrou-se preocupado com o perigo para a saúde pública causado por um acampamento de quase 60 dias.

No twitter, Bloomberg escreveu que os “ocupantes do Zuccotti deveriam deixar [o parque] temporariamente e remover as suas tendas e oleados”. Acrescentou que aqueles que estão a protestar “poderão regressar depois de o parque ser desobstruído”, cita o "New York Times".

Contudo, é salvaguardado que os protestos de combate às desigualdades no sistema financeiro poderão regressar ao parque, desde que o material de campo não seja montado.

No blogue do movimento, é indicado que os apoiantes estão a encaminhar-se para toda a cidade, convergindo para a Foley Square.

Mas, mais que isso, os manifestantes estão também a planear novas acções públicas para os próximos dias, “incluindo acções de ocupação”.

Ver comentários
Saber mais Occupy Wall Street Estados Unidos Europa Nova Iorque Michel Bloomberg
Mais lidas
Outras Notícias