Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal contraria Europa e regista a maior quebra mensal na indústria

As maiores quebras na produção industrial foram observadas em Portugal, na Bélgica e na Croácia, informa o Eurostat.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 13 de Janeiro de 2021 às 11:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A União Europeia viu a produção industrial aumentar em novembro, mas houve Estados-membros que fugiram à regra. Foi o caso de Portugal, que apresenta mesmo a maior quebra entre os 27, quando comparado ao mês anterior.

"As maiores quebras (na produção industrial) foram observadas em Portugal (-5,1%), Bélgica (-3,5)% e Croácia (-2,6%)", informa o Eurostat, referindo-se ao universo da União Europeia no mês de novembro de 2020, e em comparação com outubro.

Estes registos vão em contraciclo com o conjunto da UE, onde a produção industrial aumentou 2,3% no 11.º mês de 2020 face ao anterior, seguindo a mesma tendência positiva já verificada em outubro. Os Estados-membros que mais se destacaram nas subidas foram a Irlanda, onde a produção disparou 52,8%, Grécia, com um aumento de 6,3% e finalmente Dinamarca, ao avançar 5,3%.

Já olhando à Zona Euro o aumento conjunto foi ligeiramente maior do que o verificado na União Europeia, com este grupo mais restrito a subir 2,5%.

Apesar destas subidas em cadeia, em termos homólogos o cenário inverte-se. A produção industrial caiu em 0,6% na Zona Euro em novembro, face ao mesmo mês de 2019, e 0,4% se considerados os Estados-membros da União Europeia
Ver comentários
Saber mais União Europeia Portugal Europa Zona Euro economia negócios e finanças macroeconomia
Outras Notícias