Zona Euro Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre

Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre

O Eurostat reviu em ligeira alta o crescimento do PIB da Zona Euro no terceiro trimestre, que foi suficiente para superar o desempenho de Portugal.
Portugal cresceu abaixo da Zona Euro no terceiro trimestre
Reuters
Nuno Carregueiro 07 de dezembro de 2017 às 10:38
A economia da Zona Euro registou um crescimento homólogo de 2,6% no terceiro trimestre deste ano, uma revisão em alta ligeira face à anterior estimativa do Eurostat, que apontava para uma expansão de 2,5%.
 
A revisão foi ligeira mas o suficiente para travar a tendência de convergência da economia portuguesa com a Zona Euro. O PIB de Portugal cresceu 2,5% no terceiro trimestre.
 
Nos três trimestres anteriores o crescimento do PIB de Portugal foi sempre superior ao da Zona Euro, sendo que a distância foi de seis décimas nos meses entre Janeiro e Março e entre Abril e Junho.
 
Na comparação em cadeia, o crescimento da economia portuguesa também ficou abaixo do registado na Zona Euro. O PIB nacional cresceu 0,5% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, enquanto na Zona Euro o crescimento foi de 0,6%. Já no segundo trimestre o crescimento em cadeia também tinha sido inferior (0,3% em Portugal e 0,7% na Zona Euro).
 
O abrandamento da economia portuguesa no terceiro trimestre surge depois de um semestre bastante forte, com o PIB a crescer em redor de 3%. Um desempenho que deverá selar 2017 com o ano com o crescimento mais forte da economia portuguesa desde 2000.

Esta divergência da economia portuguesa no terceiro trimestre também se fica a dever a um forte crescimento da economia europeia, com muitos países a apresentarem variações homólogas no PIB em redor ou acima de 3%.
 
Tendo em conta todos os países da União Europeia com dados relativos ao terceiro trimestre, apenas seis apresentaram taxas de crescimento do PIB mais reduzidas que Portugal. Quatro deles integram a Zona Euro: Grécia (1,3%), Itália (1,7%), Bélgica (1,7%) e França (2,2%). Os outros dois são a Dinamarca (+1,3%) e o Reino Unido (1,5%).
 
Entre os países da Zona Euro que apresentaram o crescimento mais elevado no terceiro trimestre destacam-se Malta (+7,7%), a Letónia (+6,2%) e Eslovénia (+4,9%).



Saber mais e Alertas
pub