Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal e Irlanda foram os países da Zona Euro com maior aumento do emprego

Emprego cresceu 0,7% em Portugal nos últimos três meses do ano passado, no terceiro trimestre consecutivo de criação de emprego na economia portuguesa. Portugal e Irlanda foram os países da Zona Euro com o maior aumento do emprego.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 14 de Março de 2014 às 10:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 41
  • ...

A criação de emprego em Portugal aumentou 0,7% no quarto trimestre em Portugal, no terceiro trimestre consecutivo de variações em cadeia positivas para este indicador.

 

Entre os países da Zona Euro para os quais o Eurostat publicou dados, só a Irlanda registou um crescimento idêntico no quarto trimestre. Entre todos os países da União Europeia, a Lituânia (+1%) conseguiu um crescimento superior a Portugal e Irlanda.

 

Na comparação homóloga (quarto trimestre de 2013 contra quarto trimestre de 2012), a evolução também foi positiva, com o emprego a crescer 0,5%, colocando assim fim a uma série de trimestres de quedas acentuadas. No terceiro trimestre de 2013 o emprego tinha recuado 2,4% em termos homólogos.

 

Na evolução em cadeia (trimestre contra trimestre anterior) a subida do emprego em Portugal, nos últimos três meses do ano passado, foi a terceira consecutiva. No segundo trimestre tinha subido 0,7% e no terceiro trimestre aumentado 0,8%.

 

Esta evolução positiva no emprego em Portugal surge depois da economia portuguesa ter destruído um elevado volume de emprego desde que entrou em recessão em 2011.

 

No conjunto dos países do euro o emprego também aumento no quarto trimestre, com uma evolução positiva de 0,1% face aos três meses anteriores, segundo os dados do Eurostat. Foi o segundo trimestre consecutivo de evolução positiva, depois da variação nula no segundo trimestre.

 

No conjunto da União Europeia o aumento foi também de 0,1%. O gabinete de estatística da UE estima que na região o número de pessoas com emprego tenha aumentado para 223,6 milhões, enquanto na Zona Euro terá recuperado para 145 milhões.

 

Além de Portugal e Irlanda, os países do euro mais castigados pela crise também apresentaram evoluções positivas no emprego no quarto trimestre. Em Espanha aumentou 0,6% face ao trimestre anterior e na Grécia subiu 0,2%.

 

No conjunto de 2013 o emprego desceu 0,9% na Zona Euro e caiu 0,4% na União Europeia.

 

(notícia actualizada às 10h30 com mais informação)

 

Ver comentários
Saber mais Portugal Zona Euro Eurostat Irlanda União Europeia emprego desemprego
Mais lidas
Outras Notícias