Emprego Portugal é o terceiro país da UE com menos vagas de emprego

Portugal é o terceiro país da UE com menos vagas de emprego

No último trimestre do ano passado, as vagas de emprego em Portugal correspondiam a 0,6% do total de postos de trabalho. A par com Espanha, Croácia e Eslovénia, Portugal registou a terceira menor taxa entre todos os países da União Europeia.
Portugal é o terceiro país da UE com menos vagas de emprego
Correio da Manhã
Rita Faria 19 de março de 2015 às 11:08

Portugal é a terceira economia da União Europeia com menos vagas de emprego por preencher – apenas 0,6% do total de postos de trabalho – a par com a Croácia, Espanha e Eslovénia, que registam a mesma percentagem.

 

De acordo com os dados divulgados pelo Eurostat esta quinta-feira, 19 de Março, as vagas de emprego em Portugal caíram de 0,7% no terceiro trimestre do ano passado, para 0,6%, nos últimos três meses do ano. Contudo, comparando com o mesmo trimestre de 2013, os postos de trabalho disponíveis aumentaram, já que nessa altura correspondiam a apenas 0,4% do total de empregos.

 

Portugal está, assim, abaixo da média da União Europeia e da Zona Euro, onde a percentagem de vagas de emprego foi de 1,7% e 1,8%, respectivamente, no último trimestre de 2014. Em ambos os casos, um aumento face ao trimestre anterior, altura em que os postos de trabalho disponíveis correspondiam a 1,6% do total.   

 

Na Zona Euro, a taxa de vagas de emprego no quarto trimestre de 2014 foi de 1,1% na indústria e na construção e 2,4% nos serviços. Na União Europeia, foi de 1,1% na indústria e na construção e 2,2% nos serviços.

 

Entre os Estados-membros para os quais existem dados comparáveis, as taxas de oferta de emprego mais elevadas foram registadas na Alemanha (3,2%), Reino Unido (2,4%) e Bélgica (1,9%), e as menores em Chipre (0,3%), Letónia (0,4%) e Polónia (0,5%).

 

Nos últimos três meses do ano passado, as vagas de emprego aumentaram em 21 países, mantiveram-se estáveis em cinco e caíram em dois, em comparação com o quarto trimestre de 2013. Os maiores aumentos foram registados em Malta, República Checa, Alemanha e Reino Unido, e as únicas quedas, na Bélgica e Áustria.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI