Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal já recebeu mais de metade das verbas do QREN

Portugal já recebeu mais de metade da dotação do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) para o período de 2007-2013, um valor acima da média da União Europeia (UE) a 27, de acordo com números avançados à Lusa pelo Governo.

Lusa 07 de Janeiro de 2013 às 20:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Num discurso que o secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, vai proferir na terça-feira numa conferência sobre os fundos comunitários, o governante refere que até ao final de 2012 Portugal já tinha recebido "da Comissão Europeia 51,4% da dotação do QREN", ou seja, cerca de 11.000 milhões de euros, um valor acima da média da UE a 27 (36,7%).

 

No mesmo discurso, citando dados preliminares relativos à execução do QREN no ano passado, o governante refere que "2012 foi o melhor ano de sempre" na execução dos fundos comunitários e que Portugal foi "o país da União Europeia que melhor executou" estas verbas.

 

Almeida Henriques diz que, em 2012, "foram injectados pelo QREN na economia [portuguesa] perto de 4.000 milhões de euros, 900 milhões dos quais só no mês de Dezembro".

 

"Trata-se de um recorde histórico para Portugal, que nos dá autoridade e confiança para negociar e preparar o 'Novo QREN' para 2014-2020", lê-se no discurso de Almeida Henriques, que sublinha que estes resultados "confirmam a boa 'performance' da máquina do QREN e o sucesso da reprogramação estratégica efectuada em Julho deste ano".

 

O secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional adianta também que, entre 2007 e 2015, 62% dos fundos do QREN atribuídos a Portugal já foram aplicados e que a taxa de execução ficará próxima deste resultado.

 

Para os próximos três anos, Almeida Henriques estima que Portugal vá beneficiar ainda da aplicação de 8.500 milhões de euros: "Se mantivermos este ritmo, seremos um dos primeiros Estados-Membros a executar integralmente o pacote de financiamentos comunitários do actual ciclo", garante o governante.

 

"A máquina do QREN dá hoje mais e melhores garantias de resposta a quem está investir. O QREN terminou o ano sem pedidos de pagamento pendentes. Só no mês de Dezembro foram efectuados 4.700 pagamentos no Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e no Fundo de Coesão. Trata-se de um valor máximo absoluto nunca anteriormente atingido no decurso de um mês", reitera Almeida Henriques.

 

Na terça-feira decorre a conferência "Quadro Estratégico Europeu 2014-2020 - Os Fundos Comunitários: Passado e Futuro", em Lisboa.

 

Durante a iniciativa, o secretário de Estado vai apresentar os primeiros resultados para a execução do QREN em 2012, sendo que os resultados definitivos deverão ser conhecidos até final do Janeiro.

Ver comentários
Saber mais QREN fundos comunitários António Almeida Henriques
Mais lidas
Outras Notícias