Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal já pediu explicações a Luanda sobre caso de portugueses impedidos de entrarem no país

Lisboa já pediu explicações a Angola sobre o caso dos portugueses que Luanda impediu de entrarem no país, afirmou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros português, acrescentando que os dois governos vão tentar reduzir o número de problemas semelhantes.

Lusa 27 de Janeiro de 2012 às 16:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
"Pedimos uma explicação às autoridades de Luanda, sabemos que alguns estão ao abrigo do protocolo de vistos, portanto há regras objectivas que funcionam", disse Paulo Portas, em declarações à imprensa à margem de uma conferência sobre as relações entre Portugal e a América Latina. "Procuraremos, nesta circulação de portugueses para Angola, e vice-versa, reduzir o nível de problemas. Para isso é que existem diplomatas, para isso é que existem autoridades e serviços e, portanto, estamos a procurar dar sequência a essa preocupação", acrescentou o ministro.

Paulo Portas afirmou que foram dez os portugueses aos quais as autoridades angolanas, na quinta-feira, recusaram a entrada no país, obrigando-os a regressar a Portugal.

"Nas relações entre Portugal e Angola é importante a circulação das pessoas (...) estamos a verificar os vários casos e, aqueles que estão ao abrigo do protocolo de vistos, ou seja, seguem um conjunto de regras e de normas, obviamente têm que ser tratados", disse ainda o ministro.

O canal televisivo SIC Notícias disse hoje, citando o grupo de portugueses, -- que o canal televisivo diz serem 19 - que à chegada ao aeroporto de Luanda foram encerrados à chave numa sala, onde foram acusados de terem vistos falsos.

"Temos de fazer o que pudermos - porque há, por mês, milhares e milhares de portugueses que circulam para Angola e vice-versa - para reduzir os níveis, que sempre podem acontecer, de problemas aqui ou ali", afirmou Paulo Portas.
Ver comentários
Saber mais Portugal Luanda emigrantes
Outras Notícias