Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal vai emitir dívida a um ano pela primeira vez desde pedido de ajuda externa

O IGCP confirmou o agendamento de uma operação de financiamento para a próxima quarta-feira, mas aumentou o montante pretendido para até 2,5 mil milhões. A recente melhoria das condições no mercado de dívida levou Portugal a agendar um leilão com prazo a 11 meses.

Edgar Caetano edgarcaetano@negocios.pt 12 de Janeiro de 2012 às 12:25
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O IGCP confirmou o agendamento de uma operação de financiamento para a próxima quarta-feira, mas aumentou o montante pretendido para até 2,5 mil milhões. A recente melhoria das condições no mercado de dívida levou Portugal a agendar um leilão com prazo a 11 meses.

Desde Abril, o mês em que Portugal pediu ajuda externa, que o IGCP não agendava leilões com maturidade superior a seis meses, o que mostra que a agência que gere o crédito público identifica condições de mercado mais favoráveis.

Além da emissão a 11 meses, será também vendida dívida a três e a seis meses, as que já estavam previstas no programa de financiamento para 2012.

O montante previsto para o total dos três leilões vai de dois mil milhões a 2,5 mil milhões de euros, também acima do previsto, que ia de 1,5 mil milhões a 1,75 mil milhões de euros

Em comunicado, IGCP explica a inclusão de uma terceira linha a leiloar, a um prazo maior, devido “a procura específica por parte de investidores”.

O IGCP tenta tirar partido da melhoria das condições de financiamento dos países da Zona Euro desde o lançamento da operação de refinanciamento a três anos por parte do BCE.

A procura dos investidores por títulos de dívida que possam ser usados como colateral para participar nessas operações (a próxima é a 29 de Fevereiro) está a permitir a países como Espanha e Itália atrair maior procura pela sua dívida e financiar-se a custos menores.

Ver comentários
Saber mais IGCP leilão bilhetes do Tesouro
Outras Notícias