Política Portugueses confiam mais em Costa do que em Rio para comprar carro usado

Portugueses confiam mais em Costa do que em Rio para comprar carro usado

A sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã mostra que os portugueses preferiam comprar um carro em segunda mão a António Costa do que a Rui Rio. O antigo autarca portuense só se aproxima do primeiro-ministro na avaliação à honestidade.
Portugueses confiam mais em Costa do que em Rio para comprar carro usado
Pedro Ferreira
David Santiago 16 de fevereiro de 2018 às 07:00

Na comparação dos atributos de António Costa e Rui Rio, o presidente eleito do PSD fica a perder em todos os parâmetros de avaliação relativamente ao primeiro-ministro. Com uma excepção, Costa e Rio surgem empatados quando a comparação tem por base a honestidade. No entanto, se tivessem de comprar um carro em segunda mão a um dos dois, os portugueses optariam por adquiri-lo a Costa.

Numa sondagem para o Negócios e o Correio da Manhã, a Aximage pede aos inquiridos a avaliação a oito características nos líderes dos dois maiores partidos portugueses. António Costa ganha vantagem em sete, verificando-se um empate técnico na avaliação à honestidade, precisamente o parâmetro em que ambos surgem pior classificados. Há ainda um número significativo de inquiridos a considerar que nem Costa nem Rio são honestos, uma avaliação em linha com os diversos estudos de opinião que apontam para uma grande desconfiança dos portugueses relativamente à classe política.
De uma forma geral, o primeiro-ministro granjeia níveis de avaliação muito favoráveis quando comparado com o novo presidente do PSD. As maiores diferenças verificam-se na percepção da simpatia e acessibilidade de ambos, com Rio a ser porventura penalizado pela postura mais rígida e fria decorrente da formação pessoal germanófila.

Quando a segmentação é feita por região, Costa domina na maior parte dos critérios de avaliação.  Mas Rui Rio, ex-autarca portuense, suplanta o rival na percepção de competência e honestidade feitas no Porto e no Litoral Norte.

A aferição da confiabilidade em Portugal é também muitas vezes medida por uma simples pergunta: se tivesse de comprar um carro em segunda mão, a quem preferia comprá-lo? Apesar da proximidade verificada neste cenário, 38,6% dos inquiridos pela Aximage optaria por comprar um carro usado a António Costa e 35,2% a Rui Rio. 13,9% dos entrevistados não compraria um carro em segunda mão a nenhum deles e 2,4% tanto fariam a aquisição a um como a outro.

 
Costa mais apreciado pelo BE e PCP do que pelo PS

Na avaliação segmentada há várias curiosidades a destacar. Enquanto Costa é melhor avaliado em todos os parâmetros pelo eleitorado socialista, os simpatizantes do PSD consideram que Rio é menos simpático do que o líder do PS.

Por outro lado, o eleitorado do CDS avalia melhor Rio do que os eleitores do PSD em duas características (simpatia e honestidade). Mais significativo é o facto de António Costa ser melhor avaliado pelos inquiridos mais próximos da oposição à esquerda do PS do que pelos próprios socialistas, o que diz bem da aceitação do primeiro-ministro junto dos simpatizantes bloquistas e comunistas.

O eleitorado do Bloco apenas avalia pior Costa do que o do PS na capacidade oratória, uma pecha muitas vezes apontada ao chefe do Governo. Já os comunistas avaliam pior o secretário-geral socialista, comparativamente aos eleitores do PS, nas ideias, na capacidade de realizar e na solidariedade.





pub