Lei Laboral Precariedade no privado é a mais alta em década e meia
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Precariedade no privado é a mais alta em década e meia

Um terço dos trabalhadores do sector privado tem contratos não permanentes, segundo dados dos quadros de pessoal. É o nível mais alto em década e meia, de acordo com um estudo que é hoje apresentado.
Precariedade no privado é a mais alta em década e meia
O Bloco de Esquerda interpela hoje o Governo sobre os atrasos no programa de integração de precários do Estado. Dados sugerem que a precariedade é (ainda) mais elevada no sector privado.
Miguel Baltazar
Catarina Almeida Pereira 06 de março de 2018 às 22:10

Cerca de um terço dos trabalhadores do privado tem contratos não permanentes, o nível mais alto em (pelo menos) década e meia. A conclusão é referida num estudo do Observatório das Desigualdades que

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 07.03.2018

Faltou fazer o mesmo no público. E precariedade é tão somente a flexibilização do mercado laboral. E isso é excelente para a economia e a sociedade desde que exista um bem oleado Estado de Bem-Estar Social, alto grau de transparência e baixos níveis de corrupção. Tem resultado na perfeição com os nórdicos: os mais felizes, ricos e desenvolvidos do mundo.

comentários mais recentes
? 07.03.2018

Precisamos de um mercado laboral bem mais flexivel um terço é pouco

PERTINAZ 07.03.2018

OS AGENTES ECONÓMICOS REAGEM NATURALMENTE AO DESGOVERNO DO PAÍS...

SÓ MESMO OS JORNALISTAS É QUE TRANSMITEM UMA REALIDADE CÔR DE ROSA QUE NÃO EXISTE...

O PAÍS ESTÁ CADA VEZ PIOR...!!!

Ponto da situação 07.03.2018

Neste preciso momento estamos entre o Pântano de Guterres e a Bancarrota do Socas!

É o resultado de anos de submissão... 07.03.2018

...do poder político ao poder económico. A própria Geringonça cega pela sua ideologia de "esquerda" contenta-se /as migalhas dos subsídios à conta de mais impostos e mais endividamento e submete-se!.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub