Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço das habitações no Reino Unido sobe ao ritmo mais rápido desde 2006

Os preços das habitações no Reino Unido subiram, em Agosto, ao ritmo mais rápido dos últimos dois anos e meio, com as baixas taxas de juro a impulsionarem a procura e a falta de habitações para venda a elevar os valores das propriedades, segundo disse a Nationwide Building Society.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Agosto de 2009 às 08:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os preços das habitações no Reino Unido subiram, em Agosto, ao ritmo mais rápido dos últimos dois anos e meio, com as baixas taxas de juro a impulsionarem a procura e a falta de habitações para venda a elevar os valores das propriedades, segundo disse a Nationwide Building Society.

O preço médio duma habitação subiu 1,6%, o máximo desde 2006, para 160.224 libras (182.754,00 euros), disse, hoje, em comunicado o credor de hipotecas. Os economistas tinham previsto uma subida de 0,5%, de acordo com a média de 17 estimativas recolhidas pela Bloomberg. Comparativamente a um ano antes, os preços caem 2,7%.

O Banco de Inglaterra manteve, este mês, a taxa de juro de referência nos 0,5% e prolongou o seu programa de compra de activos, para ajudar a retirar o Reino Unido da maior recessão de uma geração. O relatório divulgado hoje, leva a crer que o mercado imobiliário pode estar a estabilizar.

“Apesar de os preços das habitações estarem altos comparativamente com os resultados das empresas, a queda das taxas de juro melhorou a acessibilidade a hipotecas para os que pretendem comprar casa”, disse o economista chefe da Nationwide Building Society. “ A queda do custo de crédito significa que menos donos de casas estão sob pressão financeira para vender”, acrescentou.

O aumento dos preços das habitações, em Agosto, foi o quarto aumento sucessivo, acumulando-se uma subida de 3,2% desde o final de 2008, de acordo com dados da Nationwide.

Ver comentários
Outras Notícias