Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prejuízo das empresas públicas diminui 62% em 2009 (correcção)

Governo apresentou hoje os resultados do Sector Empresarial do Estado. As empresas reduziram os prejuízos e os resultados operacionais após subsídios passaram para terreno positivo.

Negócios negocios@negocios.pt 30 de Julho de 2010 às 15:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
(Correcção: empresas públicas tiveram uma queda de prejuízos e não um aumento dos lucros)

As empresas públicas, que integram o Sector Empresarial do Estado, registaram uma queda dos prejuízos de 62,6% no ano passado, o que representa uma melhoria de 631 milhões de euros.


De acordo com um comunicado do Ministério das Finanças, os dados das empresas públicas em 2009 “reflectem uma melhoria efectiva do desempenho operacional e financeiro” do Sector Empresarial do Estado.

As empresas públicas fora do sector financeiro obtiveram, de acordo com a mesma fonte, os melhores resultados no período 2005/2009, sendo que o EBITDA cresceu 24,2%.

Quanto aos resultados operacionais, incluindo os subsídios e indemnizações compensatórias, passaram de um valor negativo de 214,8 milhões de euros para 311,4 milhões de euros positivos no ano passado.

No que diz respeito aos resultados líquidos, o ministério das Finanças adianta apenas que os resultados melhoraram em 631 milhões de euros, ou 62,9%. Os dividendos que as empresas pagaram ao Estado totalizaram 573,2 milhões de euros, mais 2,2% do que no ano anterior.

O Governo destaca ainda que nível de emprego global no SEE apresentou um crescimento de 3,7% e que o investimento fixou-se em 4,6 mil milhões de euros.

Além disso, as empresas prosseguiram o esforço de redução do prazo médio de pagamentos a fornecedores, passando de 117 dias em 2007, para 97 dias em 2008, e 80 dias em 2009, o que representa uma diminuição de 17 dias.



Ver comentários
Outras Notícias