Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Prémio Femina de Honra 2016 atribuído à embaixadora Ana Martinho

O prémio Femina de Honra 2016 foi atribuído à embaixadora Ana Martinho, "a primeira mulher a assumir o posto mais importante da diplomacia portuguesa", anunciou a instituição Matriz Portuguesa sobre o galardão, que distingue mais quatro mulheres.

Correio da Manhã
Lusa 07 de Setembro de 2016 às 00:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O prémio Femina, atribuído desde 2010, é entregue a "notáveis mulheres portuguesas e da lusofonia, oriundas de Portugal, dos países de expressão portuguesa, das comunidades portuguesas e lusófonas, e lusodescendentes que se tenham distinguido com mérito ao nível profissional, cultural e humanitário no mundo, pelo conhecimento e pelo seu relacionamento com outras culturas", divulgou hoje a organização, em comunicado.

 

Na edição deste ano, a embaixadora Ana Martinho, actualmente secretária-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros e presidente da comissão nacional da Unesco, é a agraciada com o prémio Femina de Honra 2016.

 

O galardão será ainda entregue à pintora Isabel Nunes, por "mérito nas artes plásticas e visuais"; à médica Maria João Quintela, por "mérito nas ciências: literatura científica"; à psicóloga dos Médicos Sem Fronteiras Maria Palha, por "méritos relevantes na excelência profissional e que tenha contribuído para o prestígio de Portugal e da lusofonia: actos de humanitarismo em prol da dignidade e direitos do ser humano"; e ainda à jornalista e escritora brasileira Nysse Arruda, pela "divulgação da cultura de matriz portuguesa no estrangeiro e na lusofonia".

 

A comissão de honra que decide a atribuição dos prémios é constituída pelo fundador do prémio Femina João Micael, pelo politólogo e conselheiro de Estado Adriano Moreira, e pelo actor Ruy de Carvalho.

 

Segundo a instituição, a comissão é constituída exclusivamente por homens como forma de reconhecer "o valor e excelência [das agraciadas] na sociedade portuguesa moderna e evoluída, como seus pares de pleno direito".

 

A Matriz Portuguesa "é uma instituição sem fins lucrativos criada para o desenvolvimento da cultura e do conhecimento", lê-se no comunicado.

 

As condecorações serão entregues no dia 22 de Outubro, num hotel em Lisboa. 

Ver comentários
Saber mais Femina Portugal Ana Martinho Unesco Isabel Nunes Maria João Quintela Maria Palha Nysse Arruda
Outras Notícias