Economia Prémio Femina de Honra 2016 atribuído à embaixadora Ana Martinho

Prémio Femina de Honra 2016 atribuído à embaixadora Ana Martinho

O prémio Femina de Honra 2016 foi atribuído à embaixadora Ana Martinho, "a primeira mulher a assumir o posto mais importante da diplomacia portuguesa", anunciou a instituição Matriz Portuguesa sobre o galardão, que distingue mais quatro mulheres.
Prémio Femina de Honra 2016 atribuído à embaixadora Ana Martinho
Correio da Manhã
Lusa 07 de setembro de 2016 às 00:24

O prémio Femina, atribuído desde 2010, é entregue a "notáveis mulheres portuguesas e da lusofonia, oriundas de Portugal, dos países de expressão portuguesa, das comunidades portuguesas e lusófonas, e lusodescendentes que se tenham distinguido com mérito ao nível profissional, cultural e humanitário no mundo, pelo conhecimento e pelo seu relacionamento com outras culturas", divulgou hoje a organização, em comunicado.

 

Na edição deste ano, a embaixadora Ana Martinho, actualmente secretária-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros e presidente da comissão nacional da Unesco, é a agraciada com o prémio Femina de Honra 2016.

 

O galardão será ainda entregue à pintora Isabel Nunes, por "mérito nas artes plásticas e visuais"; à médica Maria João Quintela, por "mérito nas ciências: literatura científica"; à psicóloga dos Médicos Sem Fronteiras Maria Palha, por "méritos relevantes na excelência profissional e que tenha contribuído para o prestígio de Portugal e da lusofonia: actos de humanitarismo em prol da dignidade e direitos do ser humano"; e ainda à jornalista e escritora brasileira Nysse Arruda, pela "divulgação da cultura de matriz portuguesa no estrangeiro e na lusofonia".

 

A comissão de honra que decide a atribuição dos prémios é constituída pelo fundador do prémio Femina João Micael, pelo politólogo e conselheiro de Estado Adriano Moreira, e pelo actor Ruy de Carvalho.

 

Segundo a instituição, a comissão é constituída exclusivamente por homens como forma de reconhecer "o valor e excelência [das agraciadas] na sociedade portuguesa moderna e evoluída, como seus pares de pleno direito".

 

A Matriz Portuguesa "é uma instituição sem fins lucrativos criada para o desenvolvimento da cultura e do conhecimento", lê-se no comunicado.

 

As condecorações serão entregues no dia 22 de Outubro, num hotel em Lisboa. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI