Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidência luxemburguesa admite melhorar proposta para Portugal

A presidência luxemburguesa da União Europeia (UE) admitiu hoje melhorar a proposta para Portugal no âmbito das negociações em curso do quadro financeiro comunitário a partir de 2007.

Negócios negocios@negocios.pt 15 de Junho de 2005 às 15:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A presidência luxemburguesa da União Europeia (UE) admitiu hoje melhorar a proposta para Portugal no âmbito das negociações em curso do quadro financeiro comunitário a partir de 2007.

Segundo uma notícia da Lusa, o primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, afirmou hoje na Comissão Económica e Monetária do Parlamento Europeu, em Bruxelas, que «a presidência irá a rever em alta a situação de Portugal».«O caso de Portugal é muito especial», referiu.

No entanto, o chefe do governo luxemburguês não sabe se as alterações a efectuar irão ser suficientes para Lisboa. «O resultado talvez não seja suficientemente elevado para o governo português», acrescentou.

A presidência luxemburguesa vai divulgar a nova proposta de compromisso sobre as Perspectivas Financeiras da UE 2007-2013 hoje ao fim do dia. Os chefes de Estado e de Governo dos 25 reunidos em Bruxelas quinta e sexta-feira irão tentar chegar a acordo sobre o documento.

Todos os Estados-membros parecem dispostos a fazer «sacrifícios» e aceitar uma redução do quadro orçamental comunitário tendo o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Diogo Freitas do Amaral, estimado entre 10 e 20% as perdas para Portugal entre o actual (2000-2006) e o próximo (2007-2013) quadro orçamental.

Por outro lado, Jean-Claude Juncker mostrou-se «quase seguro» de que a cimeira de Bruxelas não conseguirá chegar a um acordo sobre a matéria.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias