Angola Presidente de Angola exonera administração da empresa pública de águas

Presidente de Angola exonera administração da empresa pública de águas

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, exonerou esta segunda-feira, por decreto, o Conselho de Administração da Empresa Pública de Águas (EPAL-EP), mantendo apenas dois administradores em funções, indica uma nota da Casa Civil da Presidência.
Presidente de Angola exonera administração da empresa pública de águas
Lusa 20 de maio de 2019 às 20:42

Segundo a nota de imprensa, João Lourenço (na foto), "no uso das suas prerrogativas constitucionais", exonerou o presidente do Conselho de Administração da EPAL, Diógenes Orsini Flores Diogo, que é substituído por Fernando João Cunha, de acordo com novo decreto.

 

Com Diógenes Diogo saem também os administradores executivos Pedro Manuel Sebastião, Ana Eduarda Assis de Almeida e Adão Manuel da Silva, bem como o administrador não executivo Domingos António Candeia.

 

No segundo despacho, João Lourenço nomeou como administradores executivos da EPAL-EP Alberto Miguel Manuel, Ângelo Sebastião Filipe e Kubikiladia Bernardete Garcia, e como administradora não executiva Celeste de Jesus Sequeira Bragança.

 

No Conselho de Administração da EPAL mantêm-se Manuel Silva Lopes da Cruz (administrador executivo) e Armando João (administrador não executivo).




pub

Marketing Automation certified by E-GOI