Política Procura-se mulher para entrar na vida partidária
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Procura-se mulher para entrar na vida partidária

O Parlamento aprovou no ano passado uma lei que obriga empresas públicas e cotadas a ter conselhos de administração com 33,3% de mulheres entre os seus membros. Mas no dia-a-dia dos partidos, esta regra ainda não é seguida por todos.
Procura-se mulher para entrar na vida partidária
Bruno Simão
Marta Moitinho Oliveira 28 de fevereiro de 2018 às 22:50

Parlamento aprovou em Junho do ano passado regras que impõem quotas de género às empresas públicas e também às cotadas, mas na vida partidária estas ainda não são seguidas por todos. A

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos 01.03.2018

as mulheres gravidas beneficiam de 4 meses de ferias, 2 filhos são 8 meses de praia a receber sem trabalhar
como eu ja sustento ciganada, tenho de pagar para mulheres irem pra praia
no entanto, as mulheres casadas podem obrigar os maridos/esposos politicos a ficar em casa e vão elas pra AR

General Ciresp 28.02.2018

E q tal uma lei q permitisse a entrada duma mulher na esfera do estado depois de ter dado no minimo 2 filhos ao pais.Andamos todos a queixar q o pais esta a mingar a grande velocidade,mas todos contribuiem para q tal aconteca,q eu saiba um homem nao engravida.Somos mesmo um pais apalermado,sempre at

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub