Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Progressões extraordinárias na Função Pública vão ser investigadas

As progressões na carreira decididas pelos dirigentes e a negociação dos salários nos concursos de admissão de novos funcionários serão duas das principais prioridades da Inspecção-Geral de Finanças (IGF) no próximo ano.

Raquel Martins raquelmartins@negocios.pt 11 de Novembro de 2009 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
As progressões na carreira decididas pelos dirigentes e a negociação dos salários nos concursos de admissão de novos funcionários serão duas das principais prioridades da Inspecção-Geral de Finanças (IGF) no próximo ano.

As auditorias foram anunciadas ontem pelo secretário e Estado da Administração Pública, Gonçalo Castilho dos Santos, e pretendem responder aos problemas detectados na aplicação da Lei e aos casos em que a justificação dessas decisões foi pouco clara. "Têm-nos chegado ecos de condutas que ignoram a Lei", alertou à margem do 7º Congresso da Administração Pública que hoje termina.

Questionado sobre o número de irregularidades detectadas nas progressões decididas pelos dirigentes, Castilho dos Santos respondeu de forma genérica: "Há casos muito pontuais em que a fundamentação é aparentemente deficiente. Mas essa não é a regra".

logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias