Legislativas PS, BE e PCP preparam armas: reuniões marcadas para amanhã à tarde

PS, BE e PCP preparam armas: reuniões marcadas para amanhã à tarde

Socialistas e bloquistas já têm as equipas para as negociações formadas. Depois de um resultado eleitoral que deu mais força ao PS, mas que não lhe permite governar sozinho, os partidos reúnem-se à procura de entendimentos.
PS, BE e PCP preparam armas: reuniões marcadas para amanhã à tarde
Miguel Baltazar/Negócios
As reuniões entre o PS e os partidos de esquerda com representação parlamentar já estão todas marcadas. Vão decorrer amanhã, começando pelo partido que reuniu menor votação, o Livre, às 10 horas. Para o final da tarde ficaram PCP e BE, os anteriores parceiros da geringonça, sendo que a participação dos comunistas no encontro com os socialistas está ainda por confirmar, devendo a decisão ser tomada no Comité Central previsto para esta terça-feira.

Do lado dos bloquistas, a equipa de negociações já está formada: estarão presentes Catarina Martins, Pedro Filipe Soares, Mariana Mortágua e Jorge Costa, adiantou fonte oficial do BE. Já pelos socialistas estarão presentes António Costa, Carlos César, Ana Catarina Mendes e Duarte Cordeiro, segundo o jornal Observador.

Apesar de o próprio primeiro-ministro cessante, António Costa, já ter dito que uma solução de governo idêntica à da última legislatura socialista não é indispensável, hoje o jornal Público garante que o PS vai procurar, ainda assim, chegar a um entendimento que abarque os quatro anos de mandato. As negociações com o BE e o PCP serão assim cruciais, na medida em que só com pelo menos um destes dois partidos será possível ao PS aprovar iniciativas parlamentares à esquerda.

Ainda assim, Costa vai reunir-se com toda a esquerda. O encontro com o PAN está previsto para as 11h30, os Verdes serão às 14h, o PCP às 16h e para o final da tarde, às 18h, está marcada a reunião com o BE. 

A ideia do Presidente da República é ouvir todas as forças políticas ainda hoje, indigitando o primeiro-ministro para procurar formar governo tão rápido quanto possível.

Nas eleições de domingo, cujos resultados apurados ainda não estão completos (falta o círculo da emigração), o PS elegeu 106 deputados, o BE 19, o PCP e o PEV baixaram para 12, o PAN conseguiu 4 e o Livre 1.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI