Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS critica Passos Coelho por "dar de barato" conduta do Governo e BdP

O socialista José Magalhães afirmou que é "absolutamente inaceitável" que Passos Coelho defenda publicamente o trabalho do Banco de Portugal.

Bruno Simão
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 10 de Dezembro de 2014 às 19:27
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

O deputado socialista José Magalhães, antes de iniciar as perguntas a Pedro Queiroz Pereira na audição desta quarta-feira, 10 de Dezembro, criticou aquilo que na terça-feira foi dito pelo primeiro-ministro em relação as trabalhos da comissão de inquérito à gestão do BES e do GES.

 

"[O primeiro-ministro] tem um guião de leitura com conclusões desta comissão. Dá de barato que não há nada a abordar sobre a conduta do Governo e sobre a conduta do Banco de Portugal", disse o deputado na comissão parlamentar de inquérito.

 

"Tenho dificuldade em compreender que tenha sido dito isso. É absolutamente inaceitável", adiantou ainda José Magalhães.

 

Passos Coelho, que se encontra no México, sem querer falar muito sobre o que foi dito (nomeadamente um encontro com Ricardo Salgado em que este pediu um empréstimo de cinco anos para o Grupo Espírito Santo), afirmou que "houve uma decisão atempada do Banco de Portugal, que contou com todo o apoio do Governo". "Estou convencido de que o Estado procedeu correctamente". Já numa entrevista à RTP, o líder do Executivo já havia dito que havia um problema de gestão e não de supervisão – "que ninguém inverta" essa indicação, declarou.

 

Depois da intervenção de José Magalhães, o presidente da comissão, o social-democrata Fernando Negrão, afirmou que irá continuar a trabalhar na comissão "da mesma forma" que está  a operar desde o início. 

Ver comentários
Saber mais José Magalhães Passos Coelho Banco de Portugal
Outras Notícias