Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS e Bloco querem pôr bancos a financiar a economia

O PS e o Bloco de Esquerda querem obrigar os bancos a quem o Estado comprou dívidas a usar essa liquidez adicional para financiar a economia.

Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 18 de Abril de 2012 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O PS e o Bloco de Esquerda querem obrigar os bancos a quem o Estado comprou dívidas a usar essa liquidez adicional para financiar a economia. Os partidos submeteram ontem propostas de alteração ao orçamento rectificativo que vão nesse sentido. O Estado vai adquirir, por via de cessão de créditos, as dívidas à banca de autarquias, empresas públicas e também de regiões, numa operação que ascende a três mil milhões de euros.

O Governo adquiriu estes créditos à banca para aumentar a liquidez destas instituições, para que possam cumprir os rácios de transformação (a relação entre os créditos concedidos sobre os depósitos captados) impostos pela troika, que obrigam este indicador a baixar para 120% até 2014. Estas reduções deixaram de ter força de lei para passarem a ser indicativas.

"Como os rácios passaram a ser indicativos, as verbas provenientes da cessão de créditos têm que ser obrigatoriamente canalizadas para a economia", sustenta o deputado João Galamba. A banca "já dispõe de uma linha de recapitalização", no valor de 12 mil milhões de euros, que "pode usar", argumenta. Na proposta de alteração, o PS quer que as instituições "fiquem sujeitas" a usar as verbas "para financiamento da economia", em especial das PME, e dentro destas, das exportadoras.

A proposta do Bloco de Esquerda quer alterar precisamente a lei de recapitalização da banca, para fazer depender o recurso a essa linha da "elaboração e apresentação ao Ministério das Finanças de um programa de crédito à economia", especificando "as áreas prioritárias e metas mínimas definidas pela instituição financeira".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias