Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD denuncia «violação grosseira» da regra dois por um

O PSD quer o governo no Parlamento com urgência para esclarecer aquilo que os sociais democratas denominam por «violação grosseira» da promessa de conceder apenas uma entrada na função pública por cada duas saídas.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O PSD quer o governo no Parlamento com urgência para esclarecer aquilo que os sociais democratas denominam por «violação grosseira» da promessa de conceder apenas uma entrada na função pública por cada duas saídas.

Rosário Águas, deputada do PSD, disse esta tarde no Parlamento que o primeiro-ministro José Sócrates «violou uma das suas mais solenes promessas eleitorais», comentando assim a notícia avançada hoje pelo «Diário Económico» que dá conta da entrada de dez mil novos funcionários na função pública no primeiro semestre.

A responsável laranja fez questão de salientar que tal situação «só é comparada ao descalabro que aconteceu durante a governação de António Guterres, quando entraram na função pública mais de 90 funcionários por dia».

Os sociais democratas consideram grave o desequilíbrio entre a prática e a teoria. Para Rosário Águas o que está a acontecer é simples: «em vez de saírem dois para entrar um funcionário púbico, sai um e entram dois».

A deputada do PSD sublinhou ainda que o «governo pede sacrifícios aos portugueses mas continua a engordar o estado».

Perante este cenário o grupo parlamentar laranja vai requerer a presença do governo no parlamento, com carácter de urgência para esclarecer tal situação.

Mais lidas
Outras Notícias