Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD intransigente “passa a bola” a António Costa

A bancada social-democrata na Assembleia Municipal de Lisboa (AML) reiterou, esta tarde durante a reunião, a ideia que não aprovará a proposta do presidente António Costa de contrariar um empréstimo de 500 milhões de euros .No entanto, os deputados do PSD

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 04 de Dezembro de 2007 às 17:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bancada social-democrata na Assembleia Municipal de Lisboa (AML) reiterou, esta tarde durante a reunião, a ideia de que não aprovará a proposta do presidente António Costa de contrair um empréstimo de 500 milhões de euros .No entanto, os deputados do PSD pediram ao presidente da autarquia que se disponibilize para negociar.

Pouco ou nada se sabe quanto ao desfecho da reunião da AML que ainda decorre, no Forúm Lisboa. As primeiras horas de discussão revelaram intransigência de ambos os lados. António Costa diz que o PSD chegou tarde ao debate e que o valor de 500 milhões de euros é essencial para resolver o problema financeira do município.

Do outro lado,  Jorge Penedo, deputado laranja, garantiu que o PSD está "disponível para discutir e aprovar, quanto antes", um empréstimo de valor mais reduzido. O presidente diz que a proposta social-democrata "não é viável", nem credível.

Se o PSD votar em bloco contra a proposta de António Costa, o empréstimo de 500 milhões de euros fica congelado. Perante este cenário, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa já disse ponderar todas as "soluções", até a demissão.

No entanto, convém relembrar que a demissão de António Costa e dos vereadores socialistas não precipita obrigatoriamente um cenário de eleições antecipadas, uma vez que o PS não tem maioria no Executivo, mesmo com o apoio de Sá Fernandes, vereador eleito nas listas do Bloco de Esquerda

Outras Notícias