Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD responsabiliza PS por "buraco orçamental" patente em défice de 8,3%

O deputado social-democrata Miguel Frasquilho responsabilizou hoje o PS pelo "buraco orçamental" demonstrado pelo défice de 8,3%, divulgado pelo Instituto Nacional Estatística, considerando que obrigou o Governo a antecipar medidas previstas no memorando da "troika".

Lusa 30 de Setembro de 2011 às 14:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 17
  • ...
"O Partido Socialista perguntava nos últimos meses onde está o desvio das contas públicas como se perguntasse onde é que está o Wally. O desvio está aqui, no segundo trimestre o défice das contas públicas foi de 9%. Se continuássemos por este caminho até ao final do ano íamos atingir cerca de 14 mil milhões. No memorando com a troika estão previstos 10 mil milhões", afirmou Miguel Frasquilho.

O deputado do PSD considerou que "o INE [Instituto Nacional de Estatística] mostra o desvio, o buraco orçamental, que corresponde à primeira metade do ano, um buraco sem dimensão que vai precisar de ser corrigido na segunda metade do ano".

"Cerca de 7 mil milhões de euros de défice na primeira metade do ano, para o conjunto do ano o que podemos ter são cerca de 10 mil milhões e isto significa três mil milhões de défice na segunda metade do ano", afirmou.

"Ainda bem que temos um Governo que mal tomou posse começou a actuar para corrigir esta situação porque já desconfiava de tudo o que aqui estava", acrescentou.

Miguel Frasquilho justificou com esta situação a antecipação de medidas que constavam do entendimento com a 'troika', com o Governo a correr o risco de ser "catalogado de mais 'troikista' do que a própria troika", mas "esta execução orçamental mostra bem que a primeira metade do ano tem que ser compensada na segunda metade do ano".

"O desvio das contas da Madeira, que é muito condenável sem dúvida, representa cerca de um quarto deste desvio que aqui está. Portanto, os senhores são responsáveis por cerca de três quartos deste desvio com a vossa execução orçamental na primeira metade do ano", afirmou, dirigindo-se à bancada socialista.

Numa referência à posição do PS relativamente à Madeira, Frasquilho aconselhou aos socialistas a terem "decoro antes de falar de qualquer outra situação quando deixaram ao país uma herança como esta".

"São notícias destas que são seguidas em todo o mundo que mancham a reputação de Portugal, que os senhores deixaram nas ruas da amargura", acusou.

O INE apontou que o défice orçamental no primeiro semestre do ano atingiu os 8,3% do Produto Interno Bruto (PIB), superior aos 7,7% do primeiro trimestre do ano.

De acordo com as Contas Nacionais Trimestrais por Sector Institucional, o valor do défice acumulado nos primeiros seis meses do ano atingiu os 6.995,3 milhões de euros, sendo este valor referente apenas ao primeiro semestre deste ano, em função do PIB não ajustado de flutuações sazonais também do primeiro semestre.

Ver comentários
Saber mais Miguel Frasquilho troika PSD PS défice INE
Mais lidas
Outras Notícias