Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSOE consolida liderança e PP ganha vantagem sobre Cidadãos

A mais recente sondagem do CIS mostra que após 100 dias do Governo liderado pelo socialista Pedro Sánchez, o PSOE não só se mantém à frente como consolida a vantagem sobre o PP agora liderado por Pablo Casado.

EPA
David Santiago dsantiago@negocios.pt 25 de Setembro de 2018 às 13:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Se houvesse agora eleições gerais na Espanha, o PSOE venceria sem qualquer margem para dúvidas. De acordo com o barómetro CIS de Setembro divulgado esta terça-feira, 25 de Stembro, o PSOE sobe 0,6 pontos percentuais face a Julho para 30,5% das intenções de voto, consolidando a vantagem sobre o PP que sobe ligeiramente para 20,8%.

O PP, agora liderado por Pablo Casado, que em Julho surgia empatado com o Cidadãos (ambos com 24,4%), ganha agora vantagem sobre o partido liderado por Albert Rivera que recua para 19,6% em Setembro. Já o Unidos Podemos (aliança entre o Podemos, a Esquerda Unida e outras pequenas forças de esquerda) aumentou para 16,1%, mantendo-se como a quarta maior força política. 

Cumpridos os primeiros 100 dias do Governo socialista chefiado por Pedro Sánchez, este é também o primeiro estudo de opinião do CIS desde que Pablo Casado chegou à liderança dos conservadores, em 22 de Julho, sucedendo ao ex-primeiro-ministro Mariano Rajoy.

Esta sondagem confirma um PSOE estabilizado em torno do patamar dos 30% para onde os socialistas espanhóis escalaram depois da bem-sucedida moção de censura que derrubou Rajoy e levou Sánchez para a Moncloa.


Mostra ainda que o "efeito novidade", decorrente da nova liderança dos conservadores, não permitiu ao PP capitalizar em termos de intenções de voto, pese embora tenha conseguido distanciar-se ligeiramente do Cidadãos.

Por outro lado, reforça a prevalência da esquerda sobre a direita, já que, em conjunto, PSOE e Unidos Podemos conseguem em Setembro alargar a vantagem sobre o campo da direita (PP e Cidadãos).

Sánchez é o líder mais popular

O secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, surge como o líder político espanhol mais popular, seguido do presidente do Cidadãos, Albert Rivera, e do líder do PP, Pablo Casado. Mais atrás em termos de aceitação está o secretário-geral do Podemos, Pablo Iglesias.

Há no entanto que referir que o trabalho de campo para esta sondagem foi realizado antes das notícias acerca do alegado plágio de Sánchez na sua tese de doutoramento. Uma polémica que poderá prejudicar tanto a popularidade de Sánchez como as intenções de voto do PSOE.

Ainda assim, este estudo de opinião contempla já a reacção dos eleitores ao caso relacionado com o mestrado irregular da agora ex-ministra da Saúde do Governo do PSOE, Carmen Montón.

Ver comentários
Saber mais Espanha PSOE PP Cidadãos Pablo Casado Albert Rivera Pablo Iglesias Pedro Sánchez
Outras Notícias