Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quase metade dos espanhóis ganha menos de 1.000 euros brutos mensais

Espanha é vista, entre muitos portugueses, como o sonho dourado, para o qual se vai na procura de uma vida melhor e, acima de tudo, melhor remunerada. No entanto, cerca de 19 milhões de espanhóis declararam, em 2005, rendimentos brutos inferiores a 1.000

Negócios negocios@negocios.pt 07 de Maio de 2007 às 10:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Espanha é vista, entre muitos portugueses, como o sonho dourado, para o qual se vai na procura de uma vida melhor e, acima de tudo, melhor remunerada. No entanto, cerca de 19 milhões de espanhóis declararam, em 2005, rendimentos brutos inferiores a 1.000 euros por mês.

Dados da Agencia Tributaria (a entidade espanhola equivalente à direcção-geral de impostos) revelam que os trabalhadores por conta de outrem são os mais penalizados. Cerca de 10 milhões ganharam menos que dois salários mínimos brutos (513 euros) em 2005. Os restantes nove milhões de espanhóis que receberam menos de 1.000 euros brutos por mês são compostos por pensionistas, desempregados e agricultores.

No entanto, comparativamente com Portugal, Espanha continua bem melhor. Dados do Eurostat relativos a 2005, revelam que o salário médio anual no sector dos serviços e da indústria, foi de 20.438 euros brutos em Espanha, comparativamente com os 14.715 euros brutos registados em Portugal, o que dá uma diferença de quase 500 euros mensais.

Ver comentários
Outras Notícias