Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"É expectável um desenvolvimento mais lento da economia nos próximos meses"

O ministro da Economia da Alemanha reconheceu que a economia germânica poderá sofrer um abrandamento no ritmo de crescimento.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 11:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Philipp Roesler, ministro da Economia da Alemanha, admitiu que o crescimento da economia pode abrandar nos próximos meses.

O responsável sublinha que a incerteza gerada pela crise da dívida soberana junto dos consumidores e dos empresários como o motivo para este possível arrefecimento económico.

“É expectável um desenvolvimento mais lento da economia nos próximos meses depois de um período de rápido crescimento” afirmou Roesler através de um comunicado por escrito citado pela Bloomberg.

O responsável aponta como motivação para este eventual abrandamento da primeira economia da Zona Euro “a incerteza dos consumidores e dos empresários motivada pela turbulência nos mercados financeiro”, escreve a mesma fonte.

Segundo dados revelados esta terça-feira pelo instituto de estatística da Alemanha, o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 0,5% no terceiro trimestre face ao anterior. Em termos homólogos, o Produto cresceu 2,5%.

O Eurostat revelou também esta terça-feira os números relativos ao terceiro trimestre: o PIB nacional caiu 0,4% (dado já avançado ontem pelo INE) e a Zona Euro cresceu – no seu conjunto – 0,2% em cadeia.
Ver comentários
Saber mais ministro da Economia da Alemanha Philipp Roesler crescimento economico economia alemã
Mais lidas
Outras Notícias