Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Já foi um grande esforço não agravar o IRS"

A situação internacional é de tal modo grave que já foi bom não se ter subido o IRS. Já as empresas precisam da redução de IRC para correrem mais depressa quando a recuperação chegar, diz o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, que recusa que este seja um orçamento eleitoralista.

Elisabete Miranda elisabetemiranda@negocios.pt 21 de Outubro de 2008 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A situação internacional é de tal modo grave que já foi bom não se ter subido o IRS. Já as empresas precisam da redução de IRC para correrem mais depressa quando a recuperação chegar, diz o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, que recusa que este seja um orçamento eleitoralista.

“Nos deficientes, no próximo ano, a progressão continuará, como está previsto. Damos agora e tiramos mais tarde aos maiores rendimentos”, afirmou o responsável em entrevista ao Negócios.

“É capaz de ser o OE em que ouvi menores críticas dos agentes do mercado.”

logo_empresas
Ver comentários
Outras Notícias