Mercado de Trabalho Radiografia ao novo emprego em sete gráficos

Radiografia ao novo emprego em sete gráficos

O peso dos contratos a termo no conjunto do emprego mantém-se em 22% ao fim de dois anos de governação socialista, com o apoio de Bloco de Esquerda e PCP. Um número que promete aquecer o debate desta tarde no Parlamento.
Radiografia ao novo emprego em sete gráficos
Miguel Baltazar/Negócios



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Bruno de Carvalho é um labrego! 08.02.2018

Bruno de Carvalho dorme com os 3 olhos fechados. Usa uma venda e um pepino!!!!!!!!

Anónimo 08.02.2018

Os do PS, à revelia da UE, OCDE e FMI, querem destruir o que resta da flexibilidade do mercado laboral português por completo. O mundo fúncio-sindicalista está exaltante. Contudo, o crescimento num dos países mais pobres e insustentáveis da UE já é o quinto pior quando deveria ser pelo menos o quinto melhor.

Saber mais e Alertas
pub